Nunca mais escrevi poesia

Estou mergulhado no mar encantado da música, tenho tanto ainda pra dizer, sobre a poesia que não fiz. O mundo atual não suporta mais rancor nem desilusão de poeta velho.

Vamos encantar as almas que ainda não se perderam na amargura das dores em que agora estamos todos vivendo.

Será que ainda é possível encontrar motivo para ter esperança,?Precisamos buscar em algum lugar um raio de sol, um sopro de Ariadne para prosseguir acreditando que o amanhã poderá nos trazer a normalidade do passado, quando podíamos andar de braços dados com amores e amigos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s